Menu fechado

+ RPG

Desde a década de 1990 eu crio material para RPG de forma independente, por achar divertido pensar regras, cenários e coisas do tipo. Aqui segue um apanhado geral, caso você se interesse por esse assunto.

XR-III

Meu projeto atual é o XR-III, um sistema de RPG multi-modo, que funciona na prática como vários sistemas diferentes e compatíveis. Tenho usado como um playground para testar mecânicas e técnicas de game design. Para quem gosta de experimentações, conhecer ou escrever novos sistemas, ou transitar entre mundos totalmente diferentes, o XR-III está entre as opções mais indicadas!

Alguns dos materiais interessantes para XR-III

  • XR-III – Modo Micro – sistema de regras minimalista que cabe em meia folha A4.
  • XR-III – Modo Passatempo – o que mais tenho utilizado. Bastante adequado para aventuras heróicas simples e práticas. Nele todas as rolagens são feitas pelos jogadores. Também tem regras para uso de tabuleiros de passatempo (como Ludo).
  • XR-III – Modo Quintetos – regras para heróis que se transformam. Principalmente equipes de heróis.
  • Sete Ilhas – Microcenário de fantasia medieval.
  • Canção dos Reinos – Cenário amplo oficial para XR-III. Fantasia Medieval.
  • Animalia – Microcenário infantil, onde todo mundo é “meio algum bicho”.
  • Neocan – Microcenário cyberagreste, misturando alta tecnologia com elementos da cultura nordestina!
  • Almanaque Power-Up – 36 personagens prontos, modo micro, um microcenário (Biotunados R1) e uma descrição breve de todos os cenários publicados até aquele momento. Incluindo regras pra jogar solo. Um mega-pacote para jogar em um PDF só!

Você pode acompanhar tudo sobre XR-III no Wiki do Projeto.

A Revolta Ambiental

Primeiro RPG que eu criei, datilografado ainda. Quando comecei a escrevê-lo, eu pensava em um jogo onde se jogasse com criaturas altamente poderosas, em conflito entre si. Há semelhança com o clássico Monstros e os RPGs do Mundo das Trevas, pelo menos nesse aspecto.

A ficha de personagem foi pensada de forma prática, voltada a testes mais comuns (pelo menos era como eu pensava na época). Há ainda um atributo interessante chamado HRAI – Habilidade de Realizar Ações Impossíveis. Os jogadores podiam, em certo momento, descrever uma ação muito louca e impossível (que dependesse do personagem. Não vale falar que caiu um meteoro sei lá de onde) e rolar o teste pra ver se conseguiu.

O mundo de monstros do bem contra monstros do mal foi reaproveitado depois na 2ª edição de 2016 (veja mais à frente) e voltará no futuro como um aditivo de cenário para XR-III, na forma de um minicenário acoplável dentro de outros cenários. Quanto às regras, não pretendo revisitá-las.

O material foi digitalizado e exportado para PDF. Está meio difícil de ler, mas você pode acessá-lo na Biblioteca Cordéis.

Ases – Magia no Sangue

A magia volta à Terra, trazendo os deuses e caos. Esse RPG trazia um sistema de regras que usava conceitos de genética básica para criação de perseonagens e baralhos para tudo que é testagem.

O cenário foi utilizado para a história de Jasmim. O conceito de “energia mágica viajante” foi separado do cenário e já está publicado como Lampejo de Magia, um aditivo que traz regras para magia, deuses e outras coisas, aplicável em qualquer cenário.

Há um rascunho do microcenário Ases para XR-III, a ser publicado no futuro. Quanto às regras, pretendo construir futuramente um Modo Curinga para o XR-III resgatando e atualizando esses interessantes elementos de gamedesign.

Digitalizado e disponibilizado como PDF na Biblioteca Cordéis.

2016 – Um Bom Lugar pra se Viver

Este RPG trazia um conjunto de regras simples e bastante funcional. Foi esse sistema que tomei como base para a primeira versão do XR, como um sistema de RPG genérico.

O cenário apresenta uma Terra alternativa. Futurista (na época), mas atrasada. Neste cenário, na década de 1990 houve uma revolução das pessoas contra a tecnologia e em 2016 a confiança em computadores ainda está voltando aos poucos. Mas há tecnologia militar e poderes mentais.

A segunda edição do cenário meteu o Mundo Extranatural inteiro no meio do planeta, seguindo o conceito maluco de Terra Oca.

Pretendo relançar 2016 como microcenário para XR-III. Será, então, um cenário retrofuturista. Para isso preciso concluir dois aditivos importantes: Poderes Mentais e Intramundo (que veio de A Revolta Ambiental), já que serão pré-requisitos.

Digitalizado e publicado na Biblioteca Cordéis como PDF.

100% Pure JIPL

A ideia aqui era um sistema de RPG todo jogado sem dados, com fichas apenas descritivas. O conceito era interessante, mas as regras quase que não existiam, o que tornava bem complexo jogá-lo. Não vingou.

No pre-histórico site Abaskantto.

Mundo Real

Satirizando sistemas de RPG que buscam um alto grau de realismo, no Mundo Real cada personagem é definido apenas por perícias, tendo que fazer testes para tudo. Tudo mesmo; andar, abrir porta… É um sistema de RPG bem interessante que trabalha o humor pela frustração.

Tinha uma nova versão dele para ser publicada, mas mudei de ideia e tenho agora um rascunho, em aperfeiçoamento, de um Modo Inepto para XR-III baseado no Mundo Real e agregando mais técnicas.

O Mundo Real pode ser adquirido no Dungeonist.

Mundo dos Sonhos

Sistema minimalista para aventuras jogadas no mundo dos sonhos, como o nome já diz. Pode ser um passatempo interessante, mas é muito simples. Pretendo fazer futuramente um modo para XR-III com o mesmo objetivo, mas acredito que não aproveitarei nada do Mundo dos Sonhos nele.

No pre-histórico site Abaskantto.

Robôs

Este eu criei quando quis fazer uma adaptação de Megaman. A adaptação se expandiu para um mundo próprio, com robôs feitos de materiais diferentes, com “chefes” diferentes. Não tenho planos de aproveitar nada dele por enquanto.

No pre-histórico Abaskantto.

Tri

Sistema genérico minimalista. Pode ser entendido como uma “versão zero” do Modo Micro.

Vale mais a pena usar/conhecer o XR-III Modo Micro, mas se quiser ver mais sobre Tri, tem um wiki antigo sobre ele. Tinha um bocado de coisa criada, mas não publicada (e nem vai ser mais, já que o Tri está encerrado, substituído pelo outro).